Defesa Civil do Paraná partilha experiências de sucesso com a Defesa Civil do Espírito Santo
03/10/2019 - 16:33

 

Nos dias 2 e 3 de outubro, a Defesa Civil do Paraná recebeu a visita técnica do Coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil do Estado do Espírito Santo, coronel André Có Silva.

Durante a visita de dois dias ele pode conhecer toda estrutura da Defesa Civil do Paraná, de onde são desencadeadas as ações de atendimento, acompanhamento, monitoramento e apoio aos municípios atingidos por catástrofes. Na vista foi possível conhecer os processos de trabalho da Defesa Civil Estadual, conhecer o Centro de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CEGERD), o desenvolvimento do Programa Brigadas Escolares e outras estruturas que apoiam a Defesa Civil em seu trabalho.

A troca de informação sobre o modelo de atuação de cada Defesa Civil, são reforçados os laços de integração já existentes, solidificando e unificando a forma de trabalho. Esses encontros entre Estados resultam para uma melhoria global na qualidade do serviço oferecido e maior coesão e confiabilidade para a população.

Para o coronel Ricardo, Coordenador da Defesa Civil do Paraná, "a integração é primordial para que a Defesa Civil de todo o Brasil alcance os níveis de excelência para o atendimento à população, garantindo a proteção de todos".

 

Veja cada um dos assuntos tratados:

 

O Centro de Gerenciamento de Riscos e Desastres é o responsável pelo monitoramento 24 horas do estado, estando sempre pronto para prestar auxílio aos municípios em situação de desastre.

Também é do CEGERD que são enviados os alertas para a população paranaense através de SMS. Para receber o alerta saiba como se cadastrar aqui.

Na oportunidade, foram apresentados os processos de trabalho e as ferramentas utilizadas para mapeamento de áreas de atenção e da população afetável, além das informações meteorológicas e o Sistema de Defesa Civil (SISDC), o qual contém dados que auxiliam no gerenciamento dos desastres no estado.

O SISDC foi premiado pela ONU em 2015 como melhor sistema de informação de uso interno das Américas. A premiação foi entregue na Conferência de Sendai, no Japão.

Como nosso estado tem o privilégio de contar com o Programa Brigadas Escolares junto a Defesa Civil, foi explanado ao Coronel André que o objetivo desse Programa é estruturar as escolas para que tenham condições de proteger a comunidade escolar em caso de sinistros. O programa investe em estrutura e formação de brigadistas para atuar rapidamente em situações como incêndios ou outros eventos que causem pânico. O programa age em consonância com o Programa de Governo Escola Segura, auxiliando na proteção de alunos, professores, funcionários e demais colaboradores dentro da escola.