Coordenação Estadual

13/03/2019

Defesa Civil participa de Simulado de Abandono em Colégio Estadual de Curitiba

Na tarde de terça-feira (12), o Programa Brigadas Escolares – Defesa Civil na Escola promoveu um simulado de abandono na Escola Estadual Maria Balbina, localizada no bairro Tarumã, em Curitiba. A ação envolveu alunos, professores, funcionários e colaboradores que seguiram os protocolos e orientações ensinados durante o curso de formação de brigadistas escolares, promovido pela Defesa Civil Estadual em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e com a Secretaria de Estado da Educação. O curso é realizado duas vezes ao ano em todas as escolas da rede estadual.


O exercício visa preparar a comunidade escolar para reagir em situações inesperadas, como incêndios e outras situações que gerem pânico, garantindo com que todas as pessoas se mantenham em segurança durante a saída da edificação.


O treinamento integra o calendário escolar, sendo realizado em todas as escolas da rede pública estadual. Dos cerca de 600 alunos da escola, seis turmas do período vespertino participaram do treinamento, colocando em prática os conhecimentos adquiridos.


O Diretor da Escola, sr. Roserlei Corsi, ressaltou a importância do simulado para garantir a segurança da comunidade escolar, dizendo ser “ fundamental a realização do plano de abandono como prática educativa e cidadã, voltada à prevenção e à preservação da vida diante de sinistros, desastres e acidentes. É sim tarefa e função da escola preocupada com formação humana”. Relembrou, também, que o Colégio Professora Maria Balbina já passou por dois incêndios. Um em 1977, que destruiu toda a edificação, e outro há apenas dois anos, em 2017,quando o prédio administrativo foi atingido. Não houve vítimas da situação, porém, como afirma o diretor, “Perdemos patrimônio público, perdemos a memória, e a história da vida escolar de muitas pessoas e estudantes”.


O responsável pelo exercício, Capitão Murillo do Nascimento Rotondo, afirma que “o simulado de abandono de edificação é importante para criar uma cultura prevencionista no âmbito escolar, englobando não apenas os alunos, mas também os professores, funcionários e colaboradores da edificação escolar. Ele visa também preparar a comunidade para, em caso de sinistro, o abandono da edificação seja feito de maneira ágil e segura”.

SIMULADO - O exercício simula uma situação de incêndio em que há necessidade de todos os ocupantes da escola, isto é, alunos, professores, funcionários e colaboradores, se deslocarem para o ponto de encontro seguro. Um grande desafio nessas situações é manter a calma e a organização, garantindo que todas as pessoas deixem a edificação de maneira segura e evitando acidentes.


Fonte: Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil - CEPDEC

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.