• Twitter
  • Facebook

Coordenação Estadual

05/12/2017

320 casas serão construídas em 16 municípios do Oeste

Uma parceria entre a Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social e a Itaipu Binacional vai possibilitar a construção de 320 casas em 16 municípios do Oeste do Paraná. Nesta segunda-feira (04), prefeitos e representantes destas cidades assinaram na Secretaria da Família o convênio para construção das moradias destinadas a pessoas em vulnerabilidade social.

Esta é a primeira parceria firmada entre a Itaipu e a Secretaria da Família. “É uma união de esforços, que já somos acostumados a fazer, e que recebe agora a Itaipu. Além das casas, a empresa desenvolverá com o Estado um projeto para recicladores que auxiliará famílias a se emanciparem”, disse a secretária da pasta, Fernanda Richa.

Serão 20 casas por município, com investimento previsto de R$ 60 milhões, com contrapartida das prefeituras. Os municípios foram elencados pelo índice de desenvolvimento das famílias (IVF), desenvolvido pela Secretaria da Família, que analisa outros fatores além da renda familiar e do índice de desenvolvimento humano (IDH), como condições de habitação.

O diretor-geral brasileiro da Itaipu, Luiz Fernando Vianna, explicou que com o IVF a empresa pôde dimensionar as ações para atender as pessoas que mais precisam. “A secretaria tem os dados e elementos para classificar os municípios. Sem esta parceria esse projeto não seria possível”, afirmou Vianna.

RECICLADORES – Outras ações vão envolver 54 municípios da área de influência da Itaipu e atender as dimensões ambiental, social e econômica. Vianna ressaltou que a responsabilidade socioambiental é um compromisso do planejamento estratégico da Itaipu e inclui ações aos públicos interno e externo.

A novidade, que será detalhada em breve, diz respeito à reciclagem de resíduos. Será feito um trabalho de sensibilização para a coleta seletiva, além da criação de meios para o processamento e venda dos resíduos. “Esse trabalho vai beneficiar pessoas de baixa renda, em vulnerabilidade social, na área de atuação da Itaipu”, afirmou Fernanda.

PREFEITURAS – O prefeito de Matelândia e presidente da Associação do Municípios do Oeste do Paraná (Amop), Rineu Menoncin (Teixeirinha), ficou satisfeito com a parceria que vai auxiliar as prefeituras a atender melhor a população. “Há déficit habitacional, pequenos municípios precisam de moradia. Agora, com essa parceria, o Governo do Estado e a Itaipu estão fortalecendo a região”, destacou Rineu.

A assinatura do convênio alegrou os prefeitos. “Santa Tereza do Oeste tem IDH baixo. Há pessoas que têm dificuldades para construir suas casas. Essa parceria é muito bem-vinda”, afirmou o prefeito Elio Fernandes Salvador (Kabelo). “Temos áreas de risco em Terra Roxa, uma grande demanda. Essas 20 casas já ajudam muito”, completou o prefeito Altair Donizete de Paula. “Há muito tempo estamos lutando para conseguir casas para famílias de baixa renda, que mais necessitam”, disse o vice-prefeito de Guaíra, Valberto Paixão da Silva.

Os municípios beneficiados nessa fase do projeto são Boa Vista da Aparecida, Cascavel, Foz do Iguaçu, Guaíra, Marechal Cândido Rondon, Matelândia, Medianeira, Ouro Verde do Oeste, Palotina, Pato Bragado, Quedas do Iguaçu, São José das Palmeiras, São Miguel do Iguaçu, Santa Tereza do Oeste, Terra Roxa e Toledo.

ÍNDICE – Os indicadores que balizam os projetos sociais desenvolvidos pela Secretaria da Família são desenvolvidos pelas equipes técnicas e levam em conta vários fatores específicos da área.

O Índice de Vulnerabilidade das Famílias (IVF-PR) foi elaborado para identificar e orientar a seleção daquelas incluídas no Família Paranaense, principal estratégia do Governo do Estado para a redução da pobreza e promoção das famílias. O sistema foi criado em parceria com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) e os dados são gerados a partir do Cadastro Único dos Programas Sociais (CadÚnico).

O cálculo do índice considera 19 parâmetros divididos em quatro áreas. São analisados pontos referentes à adequação do domicílio; ao perfil e à composição familiar; ao acesso ao trabalho e à renda; e à condição de escolaridade.

A Secretaria da Família também dispõe de ferramenta que permite saber quanto o Governo do Estado investiu em cada município. Os números podem ser acessados no site www.desenvolvimentosocial.pr.gov.br, a qualquer momento e sem burocracia. O sistema, formulado em conjunto com a Celepar, é atualizado mensalmente e permite uma visão específica sobre as ações socioassistenciais de forma segmentada, mostrando cada serviço.

Fonte: http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=96537&tit=320-casas-serao-construidas-em-16-municipios-do-Oeste

Fonte: Agência Estadual de Notícias

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.