Fiscalização em transporte de produtos perigosos
16/04/2015 - 11:24

O Corpo de Bombeiros de Umuarama - 6º SGBI, 15ª Coordendoria Regional de Proteção e Defesa Civil - CORPDEC,  em parceria com a Receita Estadual, Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil - COMPDEC e Policia Rodoviária Estadual promoveu, na manhã desta terça-feira (14), uma operação para fiscalizar o transporte de cargas perigosas. O bloqueio foi  em frente ao posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Cruzeiro do Oeste, na PR-323.

 A operação que começou às 8h30 e foi até às 12h objetivava cobrar segurança,  fiscalizar notas e cargas, por meio dos agentes da Receita Estadual. “Verificamos que as grandes empresas cumprem as normas, agora os particulares, nestes normalmente encontramos alguma infração”, disse o tenente do Corpo de Bombeiros, Wilian Rodrigo Marques.

Foram abordados 14 veiculos e dois notificados pela Receita Estadual. Entre os itens checados estão a identificação correta do veículo, como orienta a Organização das Nações Unidas (ONU), bem como os equipamentos de segurança individuais (EPI), como capacetes, botas, luvas, mascaras e aventais, além das sinalizações,  e se os motoristas estavam  com o curso de Movimentação de Operações Perigosas (MOP) atualizado.

O tenente ressaltou que quando há o envolvimento de transporte de produtos perigosos em um acidente  a ocorrência é gravíssima e expande o problema para além do ocorrido. “O objetivo é deixar os caminhões mais próximos das normas para não expandir o problema para o meio ambiente e a comunidade”, ressaltou o bombeiro.

Durante a ação, veículos que transportavam cargas perigosas como produtos inflamáveis e corrosivos, por exemplo, foram abordados e passaram por uma checagem completa realizada por todos os órgãos presentes na operação. As duas notificações realizadas foram feitas pela Receita Estadual devido a divergências na nota fiscal e o produto carregado.

Na questão dos itens de segurança três veículos estavam com equipamento de proteção individual incompleto e três com o conjunto para situação de emergência também incompletos. As operações de fiscalização serão realizadas conforme planejamento e calendário da Defesa Civil em diversos pontos das rodovias da região, sempre em parceria com a Polícia Rodoviária Estadual.

Últimas Notícias