Defesa Civil, ITCG e COMEC se aliam para a produção de mapas de suscetibilidade e risco de ocupação
02/12/2019 - 17:22

Nesta tarde (02), Defesa Civil, ITCG (Instituto de Terras, Cartografia e Geologia) e COMEC (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba) se reuniram para discutir importantes avanços na área de mapeamentos de áreas suscetíveis e planejamento urbano. Participaram da reunião o Coordenador Estadual da Defesa Civil, Coronel Ricardo Silva, o Presidente do ITCG, sr. Mozarte de Quadros Junior, o Diretor da COMEC, sr. Gilson de Jesus dos Santos, o Diretor de Geologia do ITCG, sr. Luciano Loyola, o Coordenador Executivo da Defesa Civil, Ten.-Cel. Antonio Geraldo Hiller Lino e o geólogo da Defesa Civil, sr. Rogério da Silva Felipe.

A reunião abrangeu a apresentação e discussão de produtos cartográficos para utilização no planejamento do uso e ocupação do espaço urbano. Foi primeiramente apresentado o Projeto de Mapeamento Geológico-Geotécnico, Setorização de Riscos e Organização de Dados na Região Metropolitana de Curitiba, um trabalho contratado com recursos do Banco Mundial para produzir mapas com informações geológico-geotécnicas da Região Metropolitana de Curitiba. A partir deste trabalho, que demonstra um grande avanço em informações necessárias para o desenvolvimento de trabalhos de planejamento urbano, outros produtos poderão ser desenvolvidos.

COOPERAÇÃO TÉCNICA – A partir destas informações, o grupo se comprometeu a estabelecer uma aliança de cooperação entre as instituições com o intuito de produzir mapas de suscetibilidade e de adequabilidade a ocupação, em consonância com o trabalho já desenvolvido pela Defesa Civil Estadual para uma áreas de risco do litoral do Estado.

A expertise deverá ser compartilhada com as demais instituições para que, a partir do trabalho entregue, sejam desenvolvidos esses novos produtos voltados à Região Metropolitana de Curitiba. De agora em diante, as assessorias técnicas de cada órgão se reunirão para discutir a implementação da proposta.

Segundo o Coordenador Estadual da Defesa Civil, coronel Ricardo, “ Esse é um importante avanço do Estado no que se refere à proteção da população paranaense aos desastres naturais. A Defesa Civil do Estado tem plena convicção de que os produtos que serão gerados a partir dessa integração irão auxiliar no desenvolvimento de políticas públicas que diminuam a exposição das pessoas aos cenários de risco”.