Ações da Defesa Civil do Paraná para a Redução de Riscos e Desastres
15/10/2020 - 15:25

Na busca por compreender as variáveis envolvidas no desastre, surgiu um aumento considerável na produção de trabalhos científicos que geraram conhecimento sobre os processos perigosos que se desenvolvem no Paraná. Verificou-se a necessidade de investir esforços na preparação das comunidades e na capacitação dos agentes locais para enfrentamento dos desastres e para o convívio com o risco.

AÇÕES DE PREPARAÇÃO: Foram realizados mapeamentos no litoral em escala regional e local, pela então Mineropar, com destaque para a Carta Geotécnica Síntese de Adequabilidade a Ocupação frente aos Desastres Naturais na Porção Leste da Serra do Mar (1:25.000), elaborada pelos geólogos da CEDEC-PR em 2019.

AÇÕES DE PREPARAÇÃO: Em todo o litoral paranaense existem 127 áreas de atenção cadastradas, locais onde há reincidência de registro de eventos relacionados a alagamento, inundação ou deslizamento e onde há necessidade de concentrar esforços em ações prévias relacionadas à prevenção, mitigação e preparação.

AÇÕES DE PREPARAÇÃO: Dentro do polígono da área de atenção, são cadastradas as residências inseridas naquela área. Neste cadastro há um questionário onde são levantadas informações acerca do perfil dos residentes e da moradia (quantidade de moradores, pessoas com necessidades especiais ou que fazem uso de remédios controlados, presença e número de animais de estimação, condições de acesso a moradia e dados de contato dos residentes (número do telefone celular). Tudo isso a fim de otimizar a resposta aos desastres.

AÇÕES DE PREPARAÇÃO: Tendo como fundamento metodologias de mapeamentos de riscos já existentes, também foi desenvolvida uma ferramenta digital (DETECTA) que permite que o trabalho das equipes locais envolvidas no Sistema de Proteção e Defesa Civil seja mais concreto e eficiente na análise e determinação de graus de risco associados a deslizamentos.

AÇÕES DE PREPARAÇÃO: No segundo semestre de 2018 foi desenvolvida uma metodologia de capacitação aplicada aos profissionais dos municípios do litoral. O objetivo foi oferecer informações e conhecimentos sobre os principais tipos de desastres que ocorrem na região, demonstrando práticas e ferramentas eficazes para aprimorar as atividades de identificação, avaliação e monitoramento dos riscos.

AÇÕES DE PREPARAÇÃO: Foram realizados dois exercícios simulados na Comunidade do Rio Sagrado: um em dezembro de 2018 e outro em março de 2019. A partir do trabalho realizado foi possível avaliar os pontos fortes e fracos na preparação da população e aprimorar as ações para minimizar os impactos diante de um desastre.

AÇÕES DE MONITORAMENTO: As ações de monitoramento são realizadas pelo Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CEGERD), ONDE são monitorados os dados de chuva de pluviômetros e estações telemétricas, as imagens de SATELITE E radar do SIMEPAR, além de dados relacionados à umidade relativa do ar, velocidade e direção do vento, raios, etc. A partir desse conjunto de informações são emitidos os alertas.

AÇÕES DE RESPOSTA: As ações de resposta são desenvolvidas pelas instituições cadastradas no Plano de Contingência dos municípios.

"Defesa Civil Somos Todos Nós"

Últimas Notícias